Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Fotônica > Apresentação
Início do conteúdo da página

Apresentação - Fotônica

Publicado: Segunda, 23 de Junho de 2014, 11h58 | Acessos: 9716

Links relacionados:

A Divisão de Fotônica criada em Agosto de 2011, consolidou sua estruturação compondo uma equipe de projetistas qualificada e definindo sua forma de atuação para prestação de serviços em projetos de soluções customizadas de circuitos integrados fotônicos em silício, atendendo necessidades específicas do mercado.

Nos últimos dez anos a tecnologia de fotônica em silício se mostrou uma plataforma competitiva comercialmente para aplicações em fibras-ópticas. Isto se deu devido à capacidade de fabricar guias de ondas e componentes ópticos como fotodetetores e moduladores ópticos com alta integração, aliada ao uso da infraestrutura instalada para produção de circuitos integrados eletrônicos. As grandes empresas em microeletrônica como IBM, Intel, Luxtera/Freescale, entre outras, tem investido significantemente nesta tecnologia. Essa integração de microeletrônica baseada em CMOS com dispositivos fotônicos já conta com diversos serviços de prototipagem baseada no mecanismo de projeto multiusuário, tais como: ePIXfab (baseados na tecnologia desenvolvida nos institutos IMEC – Bélgica e LETI – Franca); Opsis (baseado nas tecnologias BAE e Luxtera/Freescale); e o IME em Singapura. Estas foundries tem no seu ´road-map´ a disponibilização de dispositivos ativos como lasers em 2-3 anos. Nossa atuação visa explorar os desafios e oportunidades decorrentes do desenvolvimento dessa integração tecnológica disseminando seu uso e aplicando-o a problemas concretos de geração e controle de luz laser em um CI de silício, multiplexação e modulação de sinais.

Com o posicionamento no conceito de “design-house” busca matriciar com as competências de outras áreas de excelência do CTI, potencializando a complementariedade e projetos multi-divisões.

A atuação do grupo de Fotônica integrada é focada em:

  • Estruturar e evoluir o ambiente para ciclo completo de desenvolvimento em fotônica em silício para: prover soluções sob demanda, disponibilizar e gerenciar o ambiente (frame) para terceiros e atuar em parcerias em P&D e no desenvolvimento de produtos;
  • Capacitar-se no desenvolvimento de eletrônica para soluções complexas, compartilhando competências em tecnologia CMOS no CTI;
  • Desenvolver soluções integradas - convergência fotônica-eletrônica;
  • Gerar programas de capacitação – para treinamento e fomentar formação na tecnologia;
  • Alavancar um ecossistema na tecnologia envolvendo ICTs, Universidades, Governo, Indústrias e Clientes

A metodologia de desenvolvimento (figura) direcionada na oferta de soluções para potenciais clientes, estabelece um “roadmap” de resultados, que gerará base tecnológica para implementação de produtos. Para 2012 os resultados a serem atingidos estão centrados principalmente nos setores de telecomunicações e sensoriamento.

registrado em:
Fim do conteúdo da página